Nair Mitsuca

Nair Mitsuca

Médica com pós-graduação em Anti-Envelhecimento. Especialista em Terapia Regressiva Reconstrutiva e Renascimento.

Processo de transformação

A grande transformação começa em e por cada um de nós

Existe um momento em nossa caminhada em que somos chamados a reexaminar e reavaliar a nossa vida. Algumas perguntas começam a surgir de um lugar muito profundo em nós mesmos, demandando respostas urgentes. De repente, a maneira como nos encontramos se torna insatisfatória e sem sentido algum. Então sintomas como depressão, ansiedade, falta de motivação e muitos problemas de saúde podem começar a aparecer.

Começamos a nos questionar:

“Quem sou eu na realidade (além dos papéis que representei)?“;

O que é realmente de valor para mim?“;

O que estou fazendo de minha vida? “… 

É neste momento que podemos perceber que vivemos uma vida escolhida para nós, e não por nós. Como se fosse uma vida que não pertence à nossa própria essência. Então, nos damos conta de que nos identificamos com os papéis que representamos tão bem e buscamos realizar expectativas que muitas vezes nos disseram serem as ideais. Embora aceitemos isto sem questionamentos, na realidade esses papéis não fazem parte de nossos anseios. Ou seja, descobrimos que aos poucos nos deixamos levar por exigências sociais, familiares e perdemos contato com nossa essência.

Algumas reflexões são necessárias!

Responder aos questionamentos costuma ser bastante doloroso, pois é aí que nos damos conta de que percorremos por vários caminhos de maneira totalmente inconsciente. Começamos a entender que ser adulto significa nos responsabilizarmos por nós mesmos, pelas nossas escolhas, pelos nossos pensamentos e atitudes.

Isso exigirá momentos de interiorização, para que possamos rever tudo o que aprendemos, desde nossa infância. Desde aprendizados transmitidos pelas falas e costumes até atitudes de nosso meio familiar, social ou cultural.

Percebemos que quando somos expostos a todos esses contextos externos, criamos filtros influenciados pelo nosso meio, de acordo com nossa interpretação. É através destes filtros que olhamos para o mundo e para a vida. Nos damos conta de que passamos a usar lentes sem perceber como elas filtram nosso olhar e criam uma realidade que acreditamos ser a única e a verdadeira.

Por isso, quando assumimos a postura do adulto, precisamos admitir que nossa visão da realidade talvez esteja corrompida ou que esteja inadequada para nosso momento de vida. De tal forma que nosso filtro deixou despercebido uma grande gama de informações capazes de mudar nossa realidade.

Concluindo, olhar para dentro de nós mesmos e nos darmos conta de como estamos é fundamental para realizar uma mudança. Começar a olhar a vida com outros filtros pode nos ajudar a trazer respostas aos questionamentos que nos afligem, tornando a nossa vida algo digno e prazeroso de ser vivido.

Compartilhe o que é bom